16 de out de 2013

Conheça os 30 beijos do Kama Sutra


Todo mundo sabe que o Kama-Sutra é uma ferramenta milenar de aproximação e intimidade no relacionamento. As posições que ele mostra e ensina não são só truques de malabarismo, mas sim uma forma intrincada de exercitar a aproximação e confiança do casal. No livro, os beijos são tratados como uma forma de demonstração de carinho, amor e cumplicidade. 
Segundo o Kama-Sutra, o ato de beijar combina três sentidos: o paladar, o tato e o olfato. Se cada um deles pode produzir sensações únicas, os três juntos são um elevador para os céus.

Ficou com vontade de beijar, agora, né? Então se liguem aí na lista com os 30 beijos do Kama-Sutra.


 1 – Beijo inclinado 


 Esse beijo ocorre quando um dos dois inclina a cabeça para trás e o outro, segurando o primeiro pelo queixo, inicia o beijo. O afeto, a doçura e a delicadeza são as principais características desse beijo. Extremamente aconselhado para as preliminares, pro sexo de “amorzinho”. XD 


 2 – Beijo de lado 


 O mais comum, quando a cabeça das duas pessoas se inclinam para lados opostos e ocorre o beijo. Essa posição permite uma melhor movimentação dos lábios e da língua. Melhor modo de começar um encontro e estimular a paixão do casal. 





3 – Beijo pressão 


 Os lábios são pressionados com a boca fechada, como em um selinho mais intenso. Geralmente acontece no começo ou final do sexo, ou quando não se tem muuuito interesse sexual no momento. 


 4 – Beijo direto 


 Quando se unem e chupam os lábios como se faz com uma laranja. É interessante que se mordisque e acaricie os lábios com as línguas, também. Pode ser longo e costuma excitar bastante as pessoas quando bem feito. 


 5 – Beijo superior 


 Quando um dos dois segura o lábio superior com os dentes e o outro beija o lábio inferior. Na descrição do beijo diz-se que um deve ser ativo e o outro passivo, simplesmente recebendo. Pode ser por que homens têm bigode, que pode incomodar um pouco. 





 6 – Beijo Broche 


 Quando os dois se prendem um ao outro pelos lábios e se realiza uma luta com as línguas pode-se chamar de beijo broche. 


 7 – Beijo palpitante 


 Quando um dos dois deposita sobre os lábios diversos beijos, passando pela boca e pelo rosto. Denota extremo carinho. 


 8 – Beijo contato 


 Toca-se ligeiramente com a língua os lábios do outro e o único contato entre os dois é com os lábios. 


 9 – Beijo para acender chama 


 Beijo no cantinho da boca, com a língua, que pode ser dado no meio da noite para iniciar uma fogueira em cima da cama. 


 10 – Beijo para distrair 


 Beijo dado quando o parceiro está ocupado com alguma coisa (televisão, vídeo game, internet) e você quer começar alguma coisa. Lembre-se que, segundo o Kama-Sutra, nem todos os beijos devem ser dados na boca. Outros lugares para começar incluem a testa, os olhos, as bochechas, o peito, os seios, a zona abaixo da boca, a cabeça, a nuca e o pescoço junto com a clavícula. 





 11 – Beijo nominal


Quando ocorre o toque com os dedos nos lábios do parceiro, após o beijo. 


12 – Beijo com os cílios 


 Percorrendo o rosto e o lábio do companheiro com os cílios, piscando. 


13 – Beijo com o dedo 


 Quando um dos dois percorre a boca do outro com o dedo, por dentro e por fora (pode ser combinado com a sensual chupada de dedo). 


 14 – Beijo com dois dedos 


 Umedece-se dois dedos entre um beijo e pressiona-os levemente na boca do companheiro. 


15 – Beijo que desperta 


 Beijo dado na raiz dos cabelos, nas têmporas, para despertar o seu amor para um novo dia. 


 16 – Beijo que demonstra 


 Dados à noite, entre o casal, ou em público. Serve para demonstrar o carinho aos demais ou ao próprio parceiro. Beija-se o pescoço ou a mão do companheiro de leve, respeitosamente. 


 17 – Beijo da lembrança 


 Dado após o sexo, quando ambos estão descansando, e um dos dois deita a cabeça nas coxas do outro e beija-a lentamente (lembrança, como em “lembra-se do orgasmo maravilhoso que tivemos agora a pouco?”). 


 18 – Beijo transferido 


 Ocorre quando um dos dois beija outra pessoa que esteja próxima ao companheiro, ou mesmo uma foto ou objeto, olhando diretamente para ele. É como se dissesse “eu estou beijando essa pessoa, mas sinta-se beijada, pois esse era pra ti”. 


 19 – Beijo choroso 


 Beijo de saudades, dado no retrato do companheiro, quando ocorre longos períodos de distância. 


 20 – Beijo viajante 


 Foge-se dos lábios, beijando todas as partes do corpo do companheiro. 





 21 – Beijo no peito 


 Beija-se os seios com os lábios, suavemente e com a boca levemente úmida. Depois intensifica-se a pressão e, se a companheira goste, pode-se mordiscar os mamilos e pressionar o seio com os dentes. Algumas pessoas gostam de sentir uma leve dor nos seios quando estão prestes a gozar. 


 22 – Beijo sem pressa 


 Pense no beijo viajante, mas dedique-se intensamente a cada parte do corpo, devagar, aproveitando os sabores e texturas do corpo do companheiro. Daqui pra frente falaremos de mordidas. As mordidas são um elemento muito importante mencionado no Kama-Sutra. Elas costumam ser distribuídas por toda parte do corpo e vão desde uma mordiscada provocante até os intensos mordidões dados no meio da paixão sexual. 


 23 – Mordida de Javali 


 Chamado assim pois as marcas que deixa na pele parecem com pegadas de javali, em fila indiana e muito próximas umas das outras. Costuma ser dada no ombro. 


24 – A nuvem quebrada 


 São levantamentos desiguais da pele em círculo, feita pelos espaços que existem entre os dentes. É sugerido que essa mordida seja feita no peito. 


 25 – Mordida escondida 


 Mordida que só deixa uma marca intensa vermelha, devendo ser dada no lábio inferior.


 26 – Mordida clássica 

 Pega-se com os dentes uma grande quantidade de pele, mas cuidado pra não machucar! 


 27 – O ponto 


 Quando se pega com os dentes uma pequena quantidade de pele, para deixar um pequeno ponto vermelho. 


 28 – A linha dos pontos 


 Quando uma pequena porção da pele é mordida com todos os dentes, deixando uma fileira de pontos vermelhos. Dê, de preferência, na coxa. 


 29 – O coral e a joia 


 Não morde-se com a mandíbula inteira, usando os lábios para “amortecer” a mordida. Nesse caso, os lábios são o coral e os dentes são a joia. 


 30 – A linha de joias 


A mordida com todos os dentes. Lembrem-se, também, que todos os beijos que der nos lábios de cima da sua parceira podem ser dados nos lábios debaixo também! ;P




http://www.tvreplay.com.br/
Pin It

Nenhum comentário

Postar um comentário